Pesquisa aponta que menos pessoas vão presentear na Páscoa

Pesquisa aponta que menos pessoas vão presentear na Páscoa

As compras para a Páscoa deste ano devem ficar abaixo das registradas em 2023. Isso é o que aponta uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e do Serviço de Proteção ao Crédito.

De acordo com o estudo, 65% dos consumidores pretendem ir às compras e planejam uma média total de gastos de R$ 237. Segundo a  CDL, quase 107 milhões de pessoas devem comprar itens desta data comemorativa, o que significa cerca de 4 milhões a menos do que no ano passado.

O chocolate, estrela da festa, já não aparece mais em todas as listas. 30% das pessoas ouvidas disseram que vão priorizar o pagamento de dívidas, 25% cortaram o item porque estão desempregados e 22% não gostam ou não têm costume presentear na Páscoa.

Já aqueles que vão comprar ovos de chocolate ou bombons apontam filhos, cônjuges e mãe como os principais presenteados.

Ainda de acordo com a pesquisa, o pagamento à vista, principalmente por PIX,  será o meio mais utilizado, citado por 77% dos entrevistados.

Lojas físicas lideram na preferência das compras, principalmente os supermercados. Os principais fatores que influenciam na escolha são a qualidade e o preço dos produtos.

Mais da metade dos consumidores, 54%, acham que, de modo geral, os preços estão mais caros este ano.

A pesquisa aponta um dado preocupante em relação ao controle de gastos dos consumidores: 33% dos que pretendem comprar chocolates e presentes possuem contas em atraso, sendo que 66% destes estão com o nome sujo.

Neste mesmo cenário, 24% dos que vão às compras admitem que costumam gastar mais do que suas finanças permitem para presentear na Páscoa e 9% até deixarão de pagar alguma conta para comprar produtos tradicionais da época.

Fonte: Agência Nacional