Após ter seu pai resgatado, Luis Díaz faz dois e Colômbia vence Brasil

Após ter seu pai resgatado, Luis Díaz faz dois e Colômbia vence Brasil

O Brasil conheceu sua segunda derrota seguida sob o comando do técnico Fernando Diniz. Na noite desta quinta-feira (16/11), a equipe não resistiu à pressão da Colômbia e perdeu de virada por 2 a 1 em Barranquilla, pela quinta rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026.

Gabriel Martinelli abriu o placar na primeira etapa, mas Luis Díaz, em noite de gala, anotou os dois gols que garantiram o triunfo dos donos da casa no Estádio Monumental.

O Brasil conheceu sua segunda derrota seguida sob o comando do técnico Fernando Diniz. Na noite desta quinta-feira (16/11), a equipe não resistiu à pressão da Colômbia e perdeu de virada por 2 a 1 em Barranquilla, pela quinta rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026.

Gabriel Martinelli abriu o placar na primeira etapa, mas Luis Díaz, em noite de gala, anotou os dois gols que garantiram o triunfo dos donos da casa no Estádio Monumental.

Com o resultado, o Brasil cai para a quinta posição, estacionado com sete pontos. Os colombianos, por outro lado, pulam para o terceiro lugar, com nove pontos, e alcançam um resultado histórico: derrotam os brasileiros pela primeira vez na história das Eliminatórias.

Primeiro tempo
A Seleção teve começo avassalador e abriu o placar logo aos três minutos com Gabriel Martinell. Mas o time não manteve a intensidade e viu a Colômbia, a partir dos 15, dominar as ações. Em especial com a grande qualidade de James Rodríguez e as investidas de Luis Díaz. O atacante colombiano levou perigo, dando trabalho ao goleiro Alisson. André também salvou boa chance dos donos da casa. O empate só não veio antes do intervalo porque os anfitriões falharam em finalizações. Aos 26, Vini Jr saiu machucado e deu lugar a João Pedro. Com os laterais deixando a desejar, o Brasil só voltou para a fazer alguma frente nos minutos finais.

 

Segundo tempo
Os colombianos permaneceram em cima do Brasil na etapa final. Luis Díaz teve três boas chances chances antes de mudar o resultado da partida e levar seu pai, que pasosu dias sequestrado, à emoção na arquibancada. A pressão surtiu efeito, e a Colômbia empatou aos 29 após cruzamento de Borba. As substituições de Fernando Diniz não funcionaram, e a Seleção sofreu a virada. Quator minutos depois, em cruzamento de James pela direita, Díaz completou na área e virou o placar. O Brasil, desorganizado em campo, não encontrou forças para reagir.

Pai resgastado
O atacante colombiano Luis Díaz teve um reencontro emocionante com o pai Luis Manuel Díaz, que foi liberado de um sequestro após 12 dias como refém do Exército de Libertação Nacional (ELN). O jogador do Liverpool pôde rever o pai nesta terça-feira (14), quando chegou à Colômbia para participar dos próximos compromissos da seleção nesta Data-Fifa. Dessa forma, a Colômbia encara Brasil e Paraguai, nos dias 16 e 21, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo 2026.

Dessa maneira, Luis Manuel Díaz foi resgatado na última quinta-feira (9), após ter sido sequestrado na Colômbia no último dia 28 de outubro. De acordo com informações da imprensa local, ele foi liberto em Valledupar, após negociações entre as autoridades colombianas e o Exército de Libertação Nacional (ELN), que estava por trás do sequestro.

COLÔMBIA 2×1 BRASIL
5ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo 2026

Data e horário: 16/11/2023 (quinta-feira), às 21h (de Brasília)

Local: Estádio Metropolitano, em Barranquila (COL)

Colômbia: Vargas; Muñoz, Cuesta, Lucumí, Sánchez e Deiver Machado (Asprilla, intervalo); Castaño, Mateus Uribe (Sinisterra, intervalo), Carrascal (Richard Ríos, 28’/2ºT) e James Rodríguez; Luis Díaz e Borré (Córdoba, 21’/2ºT). Técnico: Néstor Lorenzo.

Brasil: Alisson; Emerson Royal, Marquinhos, Gabriel Magalhães (Douglas Luiz, 35’/2ºT) e Renan Lodi (Pepê, 35’/2ºT); André e Bruno Guimarães; Raphinha (Endrick, 36’/2ºT), Rodrygo (Paulinho, 22’/2ºT), Vini Jr (João Pedro, 26’/1ºT) e Gabriel Martinelli. Técnico: Fernando Diniz

Gols: Gabriel Martinelli, 3’/1ºT (0-1); Luis Díaz, 29’/2ºT (1-1); Luis Díaz, 33’/2ºT (2-1).

 

Fonte: Terra