Forças Federais vão atuar para reforçar segurança durante as eleições

As Forças Federais vão atuar para reforçar a segurança durante o primeiro turno das eleições, em 561 localidades, de 11 estados brasileiros. A medida foi autorizada pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes. As decisões devem ser referendadas pelo Plenário do TSE.

No Rio de Janeiro, os militares devem atuar em 167 localidades, nos 92 municípios do estado.

Também foram concedidos pedidos dos Tribunais Regionais Eleitorais do Acre, de Alagoas, Amazonas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Piauí e do Tocantins. Entre as solicitações, estão apoio logístico, inclusive em terras indígenas.
O direito ao auxílio das Forças Federais está previsto em lei, desde 1965. O objetivo é garantir o livre exercício do voto, a normalidade da eleição e da apuração dos resultados. Os pedidos aprovados pelo TSE são encaminhados ao Ministério da Defesa, órgão responsável pelo planejamento e execução das ações.

As Forças Federais são compostas por militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. Além da segurança, o grupo desempenha outras funções, entre elas, a de distribuição de urnas com uso de helicóptero ou barcos em comunidades ribeirinhas, aldeias indígenas ou em locais de difícil acesso nos quais só é possível chegar pela água ou pelo ar.

Fonte: Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.