Principal liderança da OMS destaca que a pandemia está chegando ao fim

É possível ver o fim da pandemia da Covid-19. Essa afirmação é do diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom.

A principal liderança da OMS destacou, nesta quarta-feira, que na semana passada o número de mortes pelo coronavírus foi o menor desde março de 2020. Mesmo assim, Tedros Adhanom alertou que é preciso manter o combate à doença para não perder a oportunidade de pôr fim a essa crise sanitária.

A OMS cita seis políticas principais que devem ser fortalecidas para conseguir acabar com a pandemia. Entre elas, a vacinação de, pelo menos, 70% da população total de cada país, com 100% de imunização do público de risco, como idosos e trabalhadores da saúde.

A Organização ainda recomenda o fortalecimento da testagem da Covid-19, a manutenção das medidas de prevenção e controle em estabelecimentos de saúde, uma comunicação confiável com as comunidades sobre os riscos e medidas de controle, assim como uma gestão eficiente das informações sobre casos, mortes e evolução da doença.

No Brasil, a média móvel de mortes provocadas pelo coronavírus chegou, nesta semana, ao menor nível desde o primeiro mês da pandemia no país, com 60 óbitos diários, queda de quase 60% em relação às duas semanas anteriores. E sobre vacinação, o país tem 80% da população com duas doses ou dose única, sendo 55% com alguma dose de reforço contra a covid-19.

Fonte: Agência Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.