Galarza se revolta com atuação decisiva da arbitragem em derrota do Coxa no clássico contra o Furacão

Coritiba foi derrotado por 1 a 0 pelo Athletico-PR, em clássico paranense disputado no Couto Pereira, pela 13ª rodada do Brasileirão. O Atletiba teve participação decisiva da arbitragem de campo e do VAR. O repertório teve gol de Alef Manga anulado no primeiro tempo, pênalti marcado a favor do Furacão nos minutos finais e reclamação de penalidade para o Coxa, já no último lance de jogo. Os rivais fizeram um confronto bem disputado na etapa inicial, com mais volume de jogo e melhores chances de gol criadas pelo time mandante.

Aos 22 minutos, um susto para os donos da casa. Cuello parou em boa defesa do goleiro Rafael William, e em seguida Luiz Flávio de Oliveira foi chamado na cabine do VAR para rever um possível pênalti, em toque no braço do zagueiro Luciano Castán. Mas o árbitro não viu irregularidade. Até que aos 36 minutos, novamente o apito entrou em ação. Alef Manga foi às redes, mas viu seu gol ser anulado em marcação de impedimento. A equipe coxa-branca voltou para o segundo tempo propondo mais o jogo e fazendo pressão especialmente nos primeiros 15 minutos.

E foram várias as oportunidades desperdiçadas. Primeiro com Thonny Anderson e Igor Paixão, depois foi a vez de Adrian Martínez. Aos 41’, o zagueiro Diego Porfírio ainda foi expulso. Logo em seguida, o volante Pablo Siles chutou de fora da área e assustou pelo lado visitante. Com um jogador a mais, o Athletico decidiu se impor em busca do gol. Já no apagar das luzes, aos 50’, Vitor Bueno lançou bola para Vitor Roque na área, e Rafael William chegou atrasado. Lance analisado pelo VAR e pênalti marcado para o Furacão: Khellven cobrou e marcou o gol do jogo.

Antes do apito final, teve tempo para o Coxa reclamar penalidade em Leo Gamalho. O lateral-direito Warley, que havia entrado minutos antes, foi expulso na confusão. Ao fim do embate, a atuação da arbitragem foi criticada pelo volante Galarza. “Foi uma lástima. Entregamos tudo dentro do campo, mas mais uma vez a arbitragem foi uma vergonha. É isso, vergonha arbitragem. O tempo acabou, o cara dá pênalti. O jogador do Athletico vai na torcida do Coxa… uma vergonha. Uma arbitragem assim prejudica o futebol brasileiro. Por causa da vergonha da arbitragem sofremos a derrota”, enfatizou o meio-campo do Coritiba.

Fonte: BolaVipBrasil