Santos vence Coritiba por 3 a 0 e está nas oitavas da Copa do Brasil

Com ingressos esgotados na Vila Belmiro, o Santos bateu o Coritiba por 3 a 0 na noite desta quinta-feira (12) e avançou às oitavas de final da Copa do Brasil. De quebra, embolsa R$ 3 milhões. O adversário será definido em sorteio realizado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e data a definir.

Enquanto isso, o próximo compromisso do Peixe ocorre no domingo (15), às 19h, contra o Goiás, no Estádio Hailé Pinheiro, a Serrinha, em Goiânia, pelo Campeonato Brasileiro.

O Coritiba volta suas atenções para a mesma competição. Também no domingo, às 17h30, recebe o América-MG, no estádio Couto Pereira.

O jogo
Como o Coritiba ganhou o jogo de ida, por 1 a 0, sabia que um empate bastava para avançar. Por isso mesmo, tentou cadenciar o jogo e lançar a pressão para os donos da casa.

O Santos, como não poderia ser diferente, partiu para cima. A ideia deu certo em tempos de domínio: quase 75% de posse de bola e quatro finalizações até os 22’ do primeiro tempo.

Mas sem gols até então. O Peixe teve seis finalizações e o Coritiba nenhuma até os 29′ da etapa inicial.

A torcida santista vaiava a saída lenta de bola do Coxa. O Alvinegro Praiano procurava não se desesperar e tramar jogadas que tivessem o camisa 10 Ricardo Goulart no radar.

Na reta final da etapa inicial, o Coritiba ficou mais com a bola, mas sem efetividade em direção ao gol. Terminou assim: 0 a 0 na parcial do confronto eliminatório.

Etapa final
Tudo o que precisava dar certo para o Peixe, deu: oitavo gol de Marcos Leonardo na temporada e primeiro dele na Copa do Brasil, logo aos 2’.

Com o pé direito no segundo pau e muita tranquilidade, o jovem atacante soube aproveitar bola rebatida por Muralha no chute forte do zagueiro Velázquez: 1 a 0 Santos e decisão indo para os pênaltis.

Os times mexeram e o jogo ficou mais intenso. Inclusive com entrada de Warley no lugar do Alef Manga, nascido em Santos e titular, nesta partida, no ataque do Coritiba.

Mas quem fez o segundo gol estava desde o começo. Madson, do Santos, de cabeça, aos 15′, aproveitando jogada iniciada por Zanocelo e Lucas Pires: 2 a 0. Peixe se classificando.

E melhorou. Aos 17′, Rodrigo Fernández acertou a bomba após passe de Léo Baptistão: 3 a 0 para o Santos.

Muralha ainda faria defesas na reta final, mas isso só confirmou que o Coritiba estava abatido em campo após perder vantagem do empate – e o jogo.

O Santos avança e segue sem perder na Vila Belmiro num total de sete jogos seguidos. Nada mal para um time que começou a temporada desacreditado e, hoje, também segue vivo na Copa sul-Americana e ocupa a vice-liderança do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

Santos 3 x 0 Coritiba
Local: Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos
Data e hora: quinta (12/5), às 21h30
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF/Fifa)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA/Fifa) e Fabrício Vilarinho da Silva (GO/Fifa)

Público: 13.692
Renda: R$ 339.262,50

Gols: Marcos Leonardo (Santos), aos 2’/2ºT; Madson (Santos), aos 15’/2ºT; Rodrigo Fernández (Santos), aos 17’/2ºT

Cartões amarelos: Muralha (Coritiba), aos 14’/2ºT; Rodrigo Fernández (Santos), aos 36’/2ºT; Régis (Coritiba), 36’/2ºT; Martínez (Coritiba), aos 47’/2ºT

SANTOS: João Paulo; Madson, Velázquez, Bauermann e Lucas Pires; Rodrigo Fernández (Felipe Jonatan), Vinícius Zanocelo (Camacho), Jhojan Julio (Sandry) e Ricardo Goulart (Bryan Angulo); Léo Baptistão (Rwan Seco) e Marcos Leonardo. Técnico: Lucas Ochandorena (no lugar de Fabián Bustos, suspenso).

CORITIBA: Alex Muralha; Guillermo (Martínez), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Andrey (Pablo Garcia) e Robinho (Régis); Matheus Alexandre, Clayton (Léo Gamalho) e Alef Manga (Warley). Técnico: Gustavo Morínigo.

Fonte: R7