Receita alerta: há R$ 295 milhões esperando resgate de contribuintes

Mais de 462 mil contribuintes ainda não resgataram o dinheiro da restituição do Importo de Renda. São R$ 295 milhões esperando no Banco do Brasil. Os créditos são de anos anteriores, de contribuintes que não indicaram ou não informaram corretamente os dados bancários na declaração. Também há casos de lotes que estavam na malha fina.

A consulta e o agendamento do crédito podem ser feitos no portal do Banco do Brasil, que é a instituição responsável por pagar as restituições do Imposto de Renda. Se o contribuinte for cliente do banco, ele consegue regularizar a situação registrando os dados da conta no mesmo momento da consulta pelo autoatendimento digital. Basta acessar: www.bb.com.br > menu Serviços > Imposto de Renda > Consultar Restituição.

Quem não for correntista do Banco do Brasil, deve acessar o portal www.bb.com.br/irpf, ir na opção “Consulte sua restituição de Imposto de Renda”, e colocar os dados corretos, seja da conta corrente ou da poupança.

Se as informações bancárias estiverem corretas, o crédito cai na conta do contribuinte no próximo dia útil. Enquanto não acontece a indicação da conta ou dos dados corretos, o dinheiro fica parado no Banco. Depois de um ano, as restituições não procuradas são devolvidas para a Receita Federal.

E, atenção! No último dia 31, a Receita liberou o primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2021 – o maior lote de restituição da história. Quase 3,5 milhões de contribuintes vão receber um valor total de R$ 6 bilhões.

Para acompanhar, basta acessar a página da Receita na internet, no campo “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, “Consultar Restituição”. A consulta também pode ser feita no aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível para os smartphones dos sistemas Android e IOS.

Fonte: Rádio Agência Nacional