Soro anticovid, produzido pelo Butantan, vai ser testado em humanos

Soro anticovíd vai começar a ser testado em seres humanos. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, autorizou nesta terça-feira o teste em humanos do soro anti-Covid-19 que está sendo desenvolvido pelo Instituto Butantan.

Esta será a primeira vez que o insumo será aplicado em seres humanos. O pedido para começar os testes foi feito na primeira semana de março. Cerca de 20 dias depois, a Anvisa deu uma autorização preliminar, mas pediu novos documentos ao Butantan.

Agora, com o sinal verde, o Butantan já pode começar a aplicar o soro em voluntários. O produto está sendo desenvolvido a partir do plasma de cavalos e funciona como uma espécie de vacina instantânea.

Trata-se de um concentrado de anticorpos que depois de aplicado no paciente infectado ativa imediatamente o sistema de defesa da pessoa, gerando uma resposta imune. O objetivo é tentar evitar que a doença evolua para casos mais graves.

O Butantan tem três mil frascos prontos para começar os testes. A previsão é de que os testes comecem na semana que vem em pacientes transplantados e com comorbidades.

Fonte: Rádio Agência Nacional